domingo, 29 de Novembro de 2009

Placenta Prévia


A placenta é um órgão essencial para o desenvolvimento do bebé. Forma-se logo no início da gravidez, a sua estrutura é bastante complexa, funciona como um filtro, mas não permite trocas de sangue entre a mãe e o feto. Possibilita a passagem de alimento e oxigénio para o bebé, evita a passagem de alguns tóxicos e protege contra certas infecções.
A placenta insere-se na parede do útero, vai aumentando de tamanho à medida que a gravidez avança e pode localizar-se na parte superior (placenta fúndica), na parede anterior, na parede posterior ou lateralmente. Quando a placenta causa obstrução ao orifício interno do colo do útero (por onde o bebé tem de passar para poder nascer), diz-se que é prévia. No 2.º trimestre muitas placentas causam obstrução ao canal de parto mas, à medida que o útero cresce, são “arrastadas” para cima. Assim, não se assuste caso leia isso na ecografia morfológica (20-22 semanas).
A placenta prévia afecta 1 em cada 200 grávidas e está associada a cesariana anterior, idade materna avançada, gravidez de gémeos e tabagismo. O diagnóstico é feito através da ecografia, após o qual se recomenda repouso e abstinência sexual. A principal manifestação é a perda de sangue através da vagina, devendo a grávida dirigir-se de imediato ao Serviço de Urgência Obstétrica mais próximo. Recorde que o toque vaginal está contra-indicado.
A cesariana é a única opção para o parto, geralmente programada para as 38 semanas. Caso ocorra uma hemorragia que ponha em causa a vida do bebé ou da mãe é feita uma cesariana emergente em qualquer altura, embora o prognóstico do recém-nascido possa ser reservado em função da prematuridade. Uma hemorragia menor poderá motivar internamento, vigilância materno-fetal rigorosa e administração de medicação para acelerar o desenvolvimento dos pulmões do bebé e protegê-lo do grupo de sangue da mãe caso esta seja Rh negativa.
(Imagem: http://myhealth.ucsd.edu/library/healthguide/en-us/images/media/medical/hw/nr55551930.jpg)

Sem comentários:

Enviar um comentário