quarta-feira, 23 de Dezembro de 2009

Quanto tempo dura uma gravidez?


A correcta datação de uma gravidez é fundamental para se obter um desfecho materno-fetal favorável. A programação dos exames complementares de diagnóstico e a tomada de decisões clínicas requer o conhecimento do tempo de gestação. Popularmente diz-se que uma gravidez dura 9 meses e, embora isso não esteja longe da verdade científica, é mais acertado afirmar-se que uma gestação dura 280 dias, ou seja, 40 semanas. O início da contagem corresponde ao primeiro dia do último período menstrual e não está, de modo algum, relacionado com o dia da ovulação nem da fecundação. Existem programas informáticos e calendários circulares que auxiliam o cálculo. Há um processo simples de determinar, aproximadamente, o dia em que a grávida completa 40 semanas; trata-se da regra de Naegele que consiste em subtrair 3 ao mês (em certas datas poderá ser mais fácil somar 9) e somar 7 ao dia da última menstruação (exemplo: primeiro dia da última menstruação a 14/05/2009, logo, completará as 40 semanas a 21/02/2010).
A datação com base nos ciclos menstruais pressupõe a sua regularidade e o registo minucioso dos períodos menstruais. Surgiu então a necessidade de utilizar um método com maior precisão: a medição do embrião através de uma ecografia precoce. O seu fundamento reside no facto de os embriões desenvolverem-se a igual ritmo numa fase inicial; a precisão da datação ecográfica esvanece-se à medida que a gravidez avança. Uma vez mais, a idade gestacional fornecida pela ecografia não está relacionada com o dia da fecundação ou da ovulação.
A gravidez, o amadurecimento do bebé e o início do trabalho de parto não são fenómenos matemáticos, daí que se considere que o “termo” da gravidez inicia-se às 37 semanas + 0 dias e prolonga-se até às 42 semanas + 0 dias. Antes desse intervalo de tempo nascem os bebés pré-termo ou prematuros e, após esse período, a gravidez designa-se de prolongada ou pós-termo.
(Imagem: http://www.i-am-pregnant.com/img/pw1.GIF)

Sem comentários:

Enviar um comentário